Revitalização e fortalecimento da cadeia produtiva do cacau aumenta a produção em Rondônia

72

Em 2019, o setor cacaueiro encerrou o ano com a produção de 5,3 mil toneladas num total de 10 mil hectares de área plantada, o que resultou em rendimento bruto superior a R$ 42 milhões. A produção teve um aumento de 28% em relação a 2018, onde foram produzidos 4,1 toneladas. Por município, em 2019, a produção média por hectare (561 quilos) registrou um aumento de 17% em relação ao ano anterior (479 quilos).

De acordo com o secretário de Estado de Agricultura (Seagri), Evandro Padovani, esse aumento na produção é atribuído ao planejamento e melhorias culturais, tecnologia de produção e novas práticas de manejo, o que viabiliza produzir mais em áreas menores. “O cacau de Rondônia destaca-se em terceiro lugar entre os maiores produtores deste fruto no país, ficando atrás apenas dos estados do Pará e Bahia. Estamos trabalhando para a nossa produção crescer a cada ano”.

FOMENTO À PRODUÇÃO

Para 2020, novas ações estratégias são traçadas  para revitalização e fortalecimento da cadeia produtiva do cacau,  inclusive na quarta-feira (15),o secretário Evandro Padovani esteve reunido com o superintendente da Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira (Ceplac), João Batista Nogueira, e técnicos da área, no gabinete da Seagri, no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho.

Durante a reunião, a Seagri confirmou a destinação de mais de R$ 500 mil para iniciar as ações de produção de mudas, capacitação de produtores, técnicos e realização de eventos temáticos do setor.

A Seagri, em parceria com a Emater e Ceplac, também apresentou ao governo federal proposta de aplicação de recursos através de convênio na ordem de R$2 milhões, processo este ainda em análise. Outra ação importante que foi discutida é a aquisição de insumos para a produção de mudas na fazenda Futuro em parceria com a Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) para o projeto de ressocialização. Por fim, o secretário Padovani informou a renovação do Acordo de Cooperação Multinstitucional para o fortalecimento da cadeia produtiva do cacau em Rondônia.

Seagri e Ceplac discutem melhorias na produção do cacau em Rondônia

INÍCIO DA COLHEITA

O lançamento do início oficial da colheita do cacau será no dia 13 de abril, em Ouro Preto do Oeste e também será realizado o concurso estadual de qualidade da amêndoa do cacau de Rondônia para promover a qualidade do produto.

Durante a Rondônia Rural Show, o fruto também terá espaço de destaque na vitrine do cacau onde será apresentada uma programação voltada a disseminação do conhecimento, tecnologia, produto e degustação de subprodutos como o chocolate e outros.

“É importante para o Estado e produtores termos o cacau exposto em diversas vitrines. O nosso produto é vendido para indústrias de chocolates e agroindústrias e segue para outros estados. A meta do governo de Rondônia é investir em melhorar ainda mais nossa produção cacaueira”, disse Evandro Padovani, secretário da Seagri.