Samba Autoral apresenta o 4º CD do Samba Sempre neste sábado em Porto Velho

47

O compositor, cantor e produtor musical Júnior Rodrigues desde ontem se encontra em Porto Velho, cuidando do lançamento do 4º CD Samba Sempre, no qual 8 compositores sambistas de Porto Velho participam, cantando musicas de suas autorias: Bainha, Waldison Pinheiro, Toninho Tavernard, Silvio Santos, Mávilo Melo, Pastoras, Walber do Cavaco.

“Pensava em atingir apenas os sambistas de Manaus, mas, despertou o interesse de amigos de outros estados e desde a primeira edição que temos também sambistas do Rio de Janeiro, Recife e principalmente de Porto Velho” conta Júnior Rodrigues.

A quarta edição do Samba Sempre apresenta dois dos considerados grandes sambistas mas, que jamais, haviam colocado voz em suas músicas, são eles Bainha e Silvio Santos. “Do Bainha gravamos o clássico “Tempo Bom –  Sou da Sete de Setembro”, um samba considerado antológico pelos historiadores de Rondônia pois retrata o Bairro do KM-1 no inicio da expansão da capital Porto Velho.

A letra lembra ambientes (boates) que á época eram conhecidos como “pensão de mulher solteira”, como é o caso da Boaite da Iracema, Mãe Preta, Anita, Tambaqui de Ouro além de lembrar o Batuque de Santa Bárbara e o Tacaca da Marieta. “É uma verdadeira aula sobre a Porto Velho antiga”. Outro compositor que apesar de ser considerado como dos melhores, mais que nunca havia colocado voz em gravação de suas músicas é o Silvio  Santos autor da canção “Minha Razão de Ser” que recebeu um arranjo maravilhoso.

Os demais portovelhenses que têm músicas no CD, já participaram das outras três edições do Projeto.

O Samba Autoral com o lançamento do 4º CD Samba Sempre vai acontecer a partir das 14h30, no Bar do Calixto à rua Jacy Paraná esquina com a Brasília no bairro Nossa Senhora das Graças.

A entrada é franca

 4ª edição do Projeto Samba Sempre Músicas que fazem parte do CD

Os sambas de nossa capital contemplados nesta Quarta edição deste brilhante Projeto, são TEMPO BOM do Mestre Bainha, interpretado pelo próprio autor; FORMA DE ORAÇÃO de Silvia (Pastoras do Asfaltão)/Reginaldo Makumbinha, interpretado pelas Pastoras do Asfaltão; ALTA BANDEIRA Kote da Matinha, interpretado por Walber do Cavaco; FOI LINDO ESSE AMOR de Toninho Tavernard, interpretado pelo próprio autor; CLAREIA de Mávilo Melo/Waldison Pinheiro, interpretado por Waldison Pinheiro; O SANTO BATEU de Mávilo Melo/Aronilson do Cavaco/Peterson Cebolinha, interpretado por Mávilo Melo; MINHA RAZÃO DE SER de Silvio M. Santos, interpretado pelo próprio autor; O AMOR SOBREVIVEU de Hudson Souza, interpretado por Hudson Mamedes.