Adelino Follador cobra retomada na construção do Hospital de Cacoal

3
Desde 2014 uma série de ocorrências dificultam todo o processo

O deputado Adelino Follador (DEM) criticou, na sessão plenária desta terça-feira (16), a morosidade na construção do Hospital de Cacoal. Ele disse que a verba de R$ 14 milhões foi liberada para a conclusão da obra desde 2014, por intermédio de emenda ao orçamento apresentada pelo senador Acir Gurgacz (PDT).

Desde lá para cá (de 2014 até agora), de acordo com o parlamentar, uma série de ocorrências que vem dificultando todo o processo. Ele registrou como empecilho a disputa entre as empreiteiras para assumir a obra. Mas, conforme atestou, sempre há um fato novo no caminho, citando que, mais recentemente, surgiram pendências junto à Caixa Econômica Federal.

O parlamentar também lamentou a demora no reparo e na construção de pontes no interior do Estado. Ele destacou que o governo passado prometeu construir uma ponte no rio Candeias, em Alto paraíso, mediante um acordo com os moradores, que fizeram a parte deles, mas o Estado não honrou o compromisso assumido.

Ele voltou a cobrar também a ponte sobre o rio Jamari, no Vale do Anari, e outra em Machadinho do Oeste. O deputado analisou que o isolamento prejudica as populações e o próprio governo, pois, segundo ele, afeta diretamente a economia estadual. “Grandes produções, como o da soja, não estão sendo transportadas por causa da inércia do DER”, assinalou.

Fonte: Assessoeia