Semusa alerta para medidas de prevenção contra Influenza

20
Campanha de vacinação está prevista para o dia 10 de abril

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), por meio da Divisão de Vigilância Epidemiológica, registrou a circulação do vírus da Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por influenza em Porto Velho. Alguns casos já foram notificados.

Por isso, a Semusa alerta a população sobre a importância de adotar medidas de prevenção a doença. Tais como;

1) Frequente higienização das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento;

2) Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

3) Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;

4) Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

5) Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

6) Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

7) Manter os ambientes bem ventilados;

8) Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de influenza;

9) Evitar sair de casa em período de transmissão da doença;

Onde buscar tratamento;

O primeiro acesso da população aos serviços de saúde, deve ser nas Unidades de Saúde da Família, mais próxima de sua residência, onde receberão orientações quanto as medidas de promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento e a reabilitação.

Pronto Atendimento deve ser procurado em casos mais graves

IMPORTANTE: A Unidade de Pronto Atendimento deve ser procurada imediatamente, caso apresente algum desses sintomas: dificuldade para respirar, lábios com coloração azulada ou roxeada, dor ou pressão abdominal ou no peito, tontura ou vertigem, vômito persistente, convulsão.

Indivíduos que apresentem sintomas de gripe devem:

– Evitar sair de casa em período de transmissão da doença (até 7 dias após o início dos sintomas);

– Restringir ambiente de trabalho para evitar disseminação;

– Evitar aglomerações e ambientes fechados, procurando manter os ambientes ventilados;

-Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

A campanha de vacinação realizada pelo Ministério da Saúde está prevista para o dia 10 de abril, apenas para o público-alvo; Crianças de 06 meses a 05 anos, trabalhadores da Saúde, gestantes, puérperas, indígenas, idosos, professores, população privada de liberdade,  funcionários do sistema prisional, portadores de comorbidade. com informações Comdecom.