Prefeitura cria abrigo para famílias atingidas pela enchente do rio Madeira

31
O abrigo funciona no ginásio Fidoca, na rua Ester Sales (antiga Rua 9), no bairro Agenor de Carvalho

A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf), montou uma unidade de acolhimento institucional, para acolher as famílias atingidas pela enchente do rio Madeira. O abrigo funciona no ginásio Fidoca, na rua Ester Sales (antiga Rua 9), no bairro Agenor de Carvalho.

Foram montadas 10 barracas, das quais, cinco já estão ocupadas por famílias desabrigadas pela enchente. As famílias são atendidas com alimentação e todos os cuidados necessários.

Para dar suporte a essas famílias, a Semasf montou uma organização formada por uma equipe de coordenação, equipe de apoio, equipe técnica, equipe de logística e equipe de preenchimento de instrumentais que é responsável pelo registro dos dados das pessoas que ocupam a unidade acolhedora.

O Serviço Municipal de Assistência Social também está presente com equipes de técnicos, psicólogos e assistentes sociais, dando suporte à Defesa Civil no apoio às famílias, ao longo do rio Madeira.

O secretário da Semasf, Claudi Rocha, disse que foi determinação do prefeito Hildon Chaves oferecer suporte para a Defesa Civil, no atendimento aos desabrigados, bem como, cuidar das famílias que estão no abrigo. “Estamos seguindo determinação e acolhemos da melhor forma possível as famílias desabrigadas”, disse Claudi Rocha.

Fonte:Comdecom