Pronto Atendimento Ana Adelaide agora conta com farmácia municipal

37
Unidade vai atender pacientes da zona norte da capital

A unidade de Pronto Atendimento, Ana Adelaide, agora conta com uma farmácia para atender os usuários que necessitam de medicamentos após realizarem a consulta médica.

O objetivo é atender os pacientes da zona norte da capital, a farmácia foi inaugurada ontem pela prefeitura de Porto Velho, e funcionará de 8 h às 18 h.

Além de entregar os medicamentos a proposta é também oferecer orientações sobre como administrar os remédios, explicou a diretora da Assistência Farmacêutica, da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Anny Horeay.

“Aqui nesta farmácia nós implantamos um consultório farmacêutico, onde profissional pode conversar com o paciente depois de retirar seu medicamento e tirar suas dúvidas sobre como administrar aquela medicação.”

Agora além das unidades básicas de saúde, UPAS, CEM e policlínica Rafael Vaz e Silva, a população tem mais uma farmácia a sua disposição, frisou a titular da pasta, Eliana Pasini.

“Antes quem consultava do Ana Adelaide, e recebia receita médica tinha que ir em outra unidade pegar o medicamento, por isso foi tudo planejado pra facilitar a vida do usuário, assim conseguimos atender com mais de um local de retirada de medicamentos em todas as regiões da cidade.”

O projeto foi viabilizado através de uma parceria com a Faculdade São Lucas, que realizou a reforma da sala onde foi instalada a farmácia.

A Semusa também disponibiliza aos pacientes a consulta online de medicamentos. Ela pode ser feita através do link; farmapub.portovelho.ro.gov.br o usuário pode conferir em qual farmácia municipal mais próxima de sua residência está disponível a medicação que foi prescrita.

O que é Preciso para ser atendido na Farmácia Municipal?

Para ser atendido em uma farmácia da rede municipal como as Unidades Básicas de Saúde e o Centro de Especialidades Médicas – CEM, você deverá ter em mãos os seguintes documentos :

 

1. PRESCRIÇÃO ou RECEITA: que poderá estar assinada por médico, enfermeiro e/ou odontólogo. Sendo uma prescrição legível e sem rasuras e de acordo com a legislação municipal disponível em Portaria nº218/SEMUSA de 05-09-2016 sobre Normas de Dispensação e Prescrição de Medicamentos.

Observação: Verifique se seu medicamento pertence a REMUME- Relação Municipal de Medicamentos Essenciais.

2. CARTÃO NACIONAL DE SAÚDE – CNS do paciente: caso não tenha, por favor solicitar em uma Unidade de Saúde mais próxima. A obrigatoriedade é prevista na Portaria 763/2011 do Ministério da Saúde;

3. Apresentação do comprovante de residência do paciente;

4. Apresentação de um documento com foto, caso seja menor, apresentar o documento do Responsável pelo menor.